Considerada uma tendência e pedida em muitos projetos modernos, usar o mesmo revestimento cerâmico para o chão e paredes dá uma sensação de amplitude ao ambiente. “Sem a quebra de cor e textura, o piso parece infinito”, explica a arquiteta Luciana Voso.

Não existe uma regra para essa combinação. A arquiteta afirma que os mais cautelosos podem começar fazendo a experiência em apenas um cômodo, como no hall de entrada ou uma pequena varanda. Já os mais ousados podem tentar a sala ou um dos dormitórios da casa.

revestimentos


“Para não dar uma sensação de clausura, o ideal é usar o revestimento igual ao piso em apenas uma das paredes”, ensina a especialista. É o caso da área do box do banheiro, que fica charmosa e mais ampla com essa combinação.

É importante, no entanto, lembrar que pisos possuem uma maior capacidade de resistência a impactos, o que não ocorre com a maior parte dos revestimentos de parede. Ou seja, o piso pode ser usado na parede, mas os revestimentos não podem ser usados no chão.

Para a arquiteta Daniela Savioli, essa opção é especialmente indicada para quem busca uma instalação rápida e o efeito de outros revestimentos mais caros, como mármore e cimento queimado. “No caso do mármore, por exemplo, é também a opção mais econômica”, afirma.